3 dicas para regular seu apetite



Nutricionista fala sobre diferentes tipos de apetite e estratégias simples para controlá-lo

Você é do time que gosta de repetir o prato? Que tem fome o dia todo e acha que isso está atrapalhando no seu peso? Você sabe se o seu apetite é emocional, comportamental, hormonal ou genético? De acordo com a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, alguns fatores podem, sim, influenciar nesse apetite exagerado que algumas pessoas sentem. Um dos mais comuns é o emocional, quando descontamos as emoções na comida atrás do prazer ou da recompensa.


Ainda nesse sentindo, algumas pessoas sofrem também a influência de um gene chamado MCR4, o qual depende diretamente da produção de serotonina do organismo, ou seja, quando estamos tristes, cansados, queremos mais doces e frituras como forma de recompensa por aquele sentimento. Outros três fatores que costumam interferir no nosso apetite, segundo a nutricionista, são o comportamental e o genético. “O comportamental é aquele em que temos o hábito de raspar o prato, repetir refeições por educação, que a pessoa come até a barriga doer, já sem fome”, esclarece.


O apetite hormonal é comum em pessoas que tem mais resistência a leptina – o hormônio da saciedade -, o que acontece com pessoas com obesidade, com doenças inflamatórias, e até pela TPM. Já o apetite genético é causado em pessoas que tem o gene FTO, conhecido como gene da fome, e o LEPR, que aumenta a vontade de petiscar. Mas calma, tem como melhorar e, para isso, Aline separou 3 dicas simples e eficientes que se aplicadas no dia a dia auxiliam na modulação do apetite.


1) De tempo ao tempo (20 minutos para cada refeição) - O cérebro precisa desse tempo para dizer ao seu estômago que está satisfeito. Coloque um cronometro no celular. Se estiver comendo muito rápido, pare, respire, descanse o talher. Se você quiser repetir, tudo bem, mas só depois que o primeiro prato for finalizado e completarem os 20 minutos (comendo devagar e apreciando a comida).


2) Respire fundo 10x antes de cada refeição - Respirar? Sim, isso mesmo, respirar. A entrada de oxigênio no organismo não só acalma a ansiedade – para não descontarmos as emoções na comida -, como também ativa o hormônio do apetite.


3) Tome um shot de limão espremido - Seja no restaurante ou em casa, tome meio limão espremido antes das refeições (de 5 a 10 minutos antes de comer). O ácido puro do limão antes da comida ativa o CCK, que é um dos hormônios que controla nosso apetite. Atenção: pessoas que tem gastrite, esofagite e refluxo devem tomar cuidado com essa dica.


Por fim, Aline lembra que são apenas dicas, cada caso é um caso e deve ser avaliado por um especialista. “Essas são estratégias simples, mas como sempre lembro, cada ser humano é único e para o tratamento adequado devemos sempre procurar a ajuda de um especialista”.


Sobre Aline Quissak

Aline Quissak é nutricionista com especializações no Canada e Estados Unidos, pesquisadora científica em alimentos terapêuticos aplicados tanto na saúde quanto em doenças. É especialista em nutrição genética, pacientes críticos, oncologia, psicologia da nutrição e alimentação funcional. Para mais informações acesse suas redes sociais @nutri_secrets. E, se você quer aprender mais sobre o poder da nutrição, a nutri tem o “Mundo Terapêutico” lá você encontra, e-book, vídeos, dicas e receita sobre os mais variados temas, acesse https://www.alinequissak.com/mundoterapeutico