Buscar

Está difícil se manter saudável no isolamento? A hipnoterapia pode te ajudar


Prática aliada a psicologia pode auxiliar na mudança de hábitos em poucas semanas, diz especialista

Para quem não conhece, a hipnoterapia é o uso terapêutico da hipnose, uma psicoterapia que facilita a sugestão, a reeducação ou a análise por meio da hipnose. Essa é uma técnica que pode ser usada como alternativa para os mais variados casos, inclusive na mudança de hábitos alimentares e comportamentais, trazendo ótimos resultados para os pacientes que estão no processo de emagrecimento, a como explica a psicóloga clínica, especialista em saúde e hospitalar, nutrição comportamental Dra. Daiana Peixé.

“A hipnose é uma ótima aliada no processo de emagrecimento dos pacientes, já que ela utiliza técnicas eficazes de comunicação com a mente. Com a hipnoterapia, conseguimos acessar as memórias inconscientes, seus gatilhos e sabotadores e, assim, é possível reprogramar esses pensamentos e ajudar o paciente no processo de perda de peso. Vale lembrar que o terapeuta não controla a mente do paciente, são técnicas guiadas para que o paciente consiga acessar o inconsciente e, assim, sugerir as mudanças e novas formas de pensar. Tudo com a devida colaboração e desejo do paciente”, esclarece.

A hipnoterapia acontece mantendo o paciente relaxado, de olhos fechados, para, assim, o terapeuta estabelecer uma conexão com a mente e o inconsciente dele. Dessa forma, promove o estímulo a novos hábitos, mais saudáveis. A especialista lembra que não existe segredo, e que todo esse processo é feito de forma consciente. “Durante toda a sessão de hipnoterapia o paciente estará consciente e poderá abrir os olhos quando desejar. Para isto, o hipnoterapeuta utiliza técnicas específicas, como a da hipnose de show, onde a pessoa hipnotizada precisa assumir a sua responsabilidade como protagonista da própria história”, complementa a psicóloga.

Ainda de acordo com Dra. Daiana, os benefícios são vários, auxiliando o tratamento de compulsão alimentar, ansiedade, na promoção de autodisciplina, autorresponsabilidade para construção de novos hábitos alimentares e demais hábitos saudáveis. Tirar o paciente dos vícios de linguagem negativo no que tange o processo de emagrecimento, como por exemplo: “já fiz de tudo e não emagreço; para emagrecer eu preciso passar fome”. No processo de hipnose, estas afirmações negativas são ressignificadas para afirmações positivas que acionam a motivação do paciente.

Com a hipnoterapia, é possível gerar autonomia, autoconfiança, autoestima e autocontrole. O paciente consegue construir uma nova imagem de si mesmo, modificando a maneira de se comportar e de reagir, fazendo com que ele possa ter uma nova postura muito mais saudável e otimista, tanto na construção de novos hábitos alimentares como na prática de exercícios físicos. Além do controle de suas emoções e sentimentos, responsabilizando-se pelas próprias decisões e consequências.

Para finalizar, a psicóloga alerta: esse é um trabalho sério e que só deve ser desenvolvido por um especialista. “A hipnoterapia é uma técnica auxiliar no processo de emagrecimento dos meus pacientes. Deve ser aplicada com responsabilidade e todo o cuidado. Cada caso é um caso e deve ser avaliado de forma individual para melhores resultados. Por isso é tão importante procurar o especialista e suas referências, evitando prejuízos”, completa.

Sugestão de TAG’s: saúde, saúde mental, psicologia, terapia do emagrecimento, emagrecimento, hipnose, hipnoterapia.

Rosangela Daiana Peixé é psicóloga clínica especialista em saúde e hospitalar, hipnoterapeuta, PNL, nutrição comportamental e no método Ayurveda. Para mais informações sobre a profissional, acesse www.conectavitta.com.br ou a página oficial no Instagram www.instagram.com/dra.daiana.peixe