Buscar

TEACCH: tratamento ajuda na dificuldade de comunicação


Psicopedagoga explica como técnica pode ser utilizada para o bem-estar e independência da pessoa com autismo

Criado nos anos 1960 pelo psicólogo americano Erik Schople, o Tratamento e Educação para Autistas e Crianças com Déficits Relacionados à Comunicação (TEACCH) tem como objetivo trabalhar dificuldades relacionadas ao tema e ensinar habilidades, tanto para a criança autista quanto para aquelas que apresentam algum tipo de atraso no desenvolvimento global. O TEACCH é um método que tem como fundamentos a psicologia linguística, a teoria comportamental e a psicopedagogia.

No Brasil, o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE) é um dos que fazem uso do tratamento. “Hoje, o TEACCH é considerado um dos modelos mais completos pelos especialistas. Ele consegue incorporar recursos e estratégias ao dia a dia do paciente com problemas relacionados a comunicação, auxiliando no seu desenvolvimento. Outro ponto positivo é que o TEACCH pode acompanhar o indivíduo até mesmo na fase adulta”, avalia a psicopedagoga Terezinha Bartholomei.

Os benefícios são vários, segundo a especialista, mas o principal é dar estrutura para que a pessoa com autismo consiga sua independência. “Por ser um tratamento dinâmico, conseguimos adequá-lo às necessidades de cada um, o que traz ótimos resultados”, completa. Os principais objetivos do tratamento são: ensinar que cada espaço tem a sua função; ensinar a respeitar os limites visuais; ensinar códigos de comunicação; orientar a seguir uma lógica e transição de trabalho; guiar a rotina com flexibilidade e ensinar habilidades de autocuidados.

Estima-se que hoje, o Transtorno do Espectro Autista atinja 1 a cada 58 crianças no mundo. Vale lembrar que o autismo não deriva de uma causa única, mas sim de um espectro de transtornos que podem variar de acordo com o indivíduo. No geral, pessoas com autismo tem dificuldade no convívio social, apresentam comportamentos repetitivos e, em alguns casos, podem apresentar ansiedade e transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH).

Sugestão de TAG’s: saúde, neurologia, doenças neurológicas, tratamentos, autismo, teacch.

Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger, Mariana de Carvalho Krueger e Syomara Szmidziuk, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Terapia da Mão, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.cerne.net.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/