Você sabe o que é psicomotricidade funcional?


Terapia auxilia crianças com TDAH, TEA e dificuldades de fala a desenvolver habilidades corporais e o autoconhecimento

Apesar do assunto estar mais difundindo, muita gente ainda não sabe o que é psicomotricidade, qual sua função e como ela interfere no nosso dia a dia. A psicomotricidade é a ciência que estuda o ser humano em seus diversos aspectos: emocionais, afetivos, sociais, motores e orgânicos. De acordo com Jéssika Lima Vandelão, psicomotricista do Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE), essa terapia tem como objetivo melhorar e estimular a motricidade fina e global, o equilíbrio, o esquema corporal, a organização espacial, a lateralidade e a organização espaço-temporal do indivíduo.


Mas e a psicomotricidade funcional? Jéssika explica que ela é parte dessa ciência, tratando e auxiliando no desenvolvimento das capacidades mentais - análise, síntese, abstração e simbolização -, no autoconhecimento e no controle da própria atividade corporal. “A psicomotricidade funcional é um processo que engloba tratamentos multidisciplinares e coordenados, e tem como objetivo estimular o desenvolvimento integral do paciente”, complementa. E quais são os benefícios da psicomotricidade funcional? Segundo a especialista, muitos. Ela ajuda na consciência corporal, na estruturação espaço-temporal, na orientação espacial e lateralização; no domínio do equilíbrio e do tônus da postura e no controle das coordenações globais e segmentares, além de auxiliar na compreensão dos aspectos da sociabilização.


Já a vantagem é que ela pode acontecer tanto na clínica quanto em casa, na escola, ou em qualquer outro lugar, sempre com um profissional capacitado. As sessões acontecem de acordo com cada caso, mas geralmente variam entre 30 e 50 minutos, podendo envolver desde circuitos básicos de coordenação, força, equilíbrio - estático e dinâmico -, até brincadeiras e jogos cooperativos. O objetivo dessas atividades é que a criança se conheça e se desenvolva da melhor maneira possível. “Através da psicomotricidade funcional, ensinamos a criança a se expressar e conhecer. Melhorando, assim, seu desenvolvimento pessoal e sua relação com o ambiente em que ela vive e, por consequência, a sua qualidade de vida”, finaliza a especialista.


Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger e Mariana de Carvalho, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.clinicacerne.con.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/