Você sabe quais são as etapas no desenvolvimento da fala das crianças?

Atualizado: Nov 18


Fonoaudiologia fala sobre esse processo e alerta os pais a ficarem atentos

Você sabia que o desenvolvimento da linguagem já se inicia desde o nascimento? É o que chamamos de marcos do desenvolvimento auditivo. De acordo com a fonoaudióloga do Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE), Karine Luiza Bergamo de Camargo, para que a criança desenvolva a fala, ela depende das experiências e vivências. Na primeira fase da vida inicia-se a estimulação auditiva. “Assim que o bebê nasce, ele já começa a assimilar os sons ao seu redor, a voz dos pais principalmente. Se o bebê não reage a esses estímulos iniciais, é importante levá-lo a um especialista”, elucida a fonoaudióloga.


De acordo com Karine, dos 0 aos 4 meses o bebê reage ao ambiente, se assusta com alguns sons e se acalma com determinados sons e músicas. Dos 4 aos 7 meses ele já reconhece a voz da mãe. Dos 7 aos 9 meses localiza a fonte sonora para os lados e dos 9 aos 13 meses compreende e responde aos comandos verbais. O primeiro ano de vida é um dos momentos mais esperados pelos pais. “É nesse momento que a criança começa a falar papai e mamãe e a se comunicar um pouco melhor, de forma um pouco mais clara”, explica. Entre os 2 e 3 anos a criança aprende cerca de 200 a 400 palavras e começa a formar pequenas frases, por exemplo "qué água".


Já dos 3 a 4 anos, seu vocabulário aumenta ainda mais, e com mais de 600 palavras a criança já forma frases e conta histórias. Segundo a fonoaudióloga, é comum ainda apresentar trocas na fala, em alguns fonemas, porém ela já consegue ser facilmente compreendida por todos. Dos 4 a 5 anos. A criança já conta histórias sem ajuda do adulto e faz questionamentos. O processo final do desenvolvimento da fala na infância ocorre por volta dos 5 anos. “Nesta idade é esperado um vocabulário semelhante ao do adulto, com a fala correta, sem trocas ou inversão de sílabas. A criança já desenvolveu todas as suas habilidades iniciais de fala, já sabe soletrar e daí para frente ela só irá aumentar seu vocabulário”, finaliza Karine.

Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger, Mariana de Carvalho Krueger e Syomara Szmidziuk, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Terapia da Mão, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.cerne.net.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo